quinta-feira, 30 de abril de 2015

Inscrições aberta para 8º Concurso de Redação do Senado Federal

Estão abertas as inscrições para o 8º Concurso de Redação do Senado Federal. O tema para a edição deste ano é "Participação política: no parlamento, nas ruas e nas redes sociais". O concurso, que no Amapá é organizado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), faz parte do Programa Jovem Senador, do Congresso Federal.
Podem participar estudantes de até 19 anos, regularmente matriculados em escolas públicas estaduais de ensino médio. As escolas têm até o dia 21 de agosto para enviar as redações e as fichas de inscrição preenchidas para as secretarias de Educação.


Os 27 finalistas do concurso ganham uma viagem à Brasília para participarem da cerimônia de premiação que acontecerá nos dias 16 a 21 de novembro, no Palácio do Congresso Nacional. Além de notebooks, medalhas e certificado de participação.
O professor, cujo nome tenha sido inserido na ficha de inscrição do aluno como professor-orientador, receberá como premiação um tablet, certificado de participação no concurso e também irá acompanhar o aluno à Brasília.
A assessora técnica da Seed, Erenice Fontoura, explica que os interessados deverão adquirir a ficha de inscrição e o regulamento por meio do site www.senado.leg.br/jovemsenador. "O corpo técnico das escolas é responsável por escolher apenas uma redação que irá representar o estabelecimento de ensino no concurso. Essa redação precisa ser encaminhada para a coordenação do programa na Secretaria de Educação", esclareceu a professora.

O resultado final será divulgado no dia 14 de outubro, no site www.senado.leg.br/jovemsenador. Para mais informações a respeito do concurso de redação do Senado Federal, a Seed disponibiliza os números de contato: 98117-8283 ou 99152-3784.
Fonte: Agência Amapá

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Unifap promove mesa redonda na próxima quinta-feira, 30 com o tema “O Jornalista e a Comunicação Pública no Brasil

Reportagem: Everton Gadelha

Acontece na próxima quinta-feira, 30, no auditório do bloco de Jornalismo, letras e artes da Unifap, debate com o tema O Jornalista e a Comunicação Pública no Brasil: “Expectativas e realidades”. O evento está marcado para as 19h.

Segundo a coordenadora do evento Kelly Tork, o objetivo do evento é esclarecer o que é a comunicação pública é quais os princípios norteadores.
“Vamos refletir coletivamente a respeito das propostas que se realizam no Brasil. Além disso, queremos compreender o papel do jornalista como agente fomentador de acesso democratizado aos processos de comunicação para a garantia da cidadania”, disse.


O evento é uma parceria do curso de Jornalismo da Unifap e Assembleia Legislativa do Amapá, e contará com a participação de Júnia Melo (Diretora Nacional da TV Senado), Ivan Godoi (Diretor nacional da Rádio Senado), Aldenor Benjamim e Antonio Sardinha, professores do curso de Jornalismo da Unifap.

O debate é aberto às comunidades acadêmica e externa e serão conferidos certificados de participação. As inscrições são gratuitas e serão feitas no local do evento a partir das 18h30. 

3º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental: Inscrições de trabalhos até 30 de junho de 2015

A Comissão Científica do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental (ENPJA) torna pública a chamada de trabalhos para sua terceira edição, a ser realizada de 20 a 21 de outubro de 2015, em São Paulo – SP. O evento é parte da programação do VI Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental (CBJA), que segue até 22 de outubro.

O ENPJA acolhe textos de pesquisadores brasileiros e estrangeiros que abordem temáticas concernentes ao binômio jornalismo e meio ambiente e se encaixem em uma das duas categorias: Comunicação Livre (grupos de pesquisa, doutores, doutorandos, mestres, mestrandos) e Iniciação Científica (graduandos com orientadores).
O objetivo deste III ENPJA é abrir espaço para reflexões sobre as pesquisas realizadas no campo do jornalismo ambiental, destacando a função social do jornalismo no fomento da discussão de questões ambientais. Cada vez mais é preciso atuar para que a maior parte da população seja informada sobre as escolhas possíveis para diminuir os impactos da degradação ambiental. Desta forma, convidamos os pesquisadores a enviar suas submissões até o dia 30 de junho.
Confira as normas completas no site http://enpja.com.br/normas/
Fonte: Coordenação Científica III ENPJA: Cláudia Herte de Moraes – chmoraes@gmail.com e Eliege Fante –eliege_f@yahoo.com.br

terça-feira, 28 de abril de 2015

Caravana Saúde do Axé registra 475 atendimentos


Ocorreu no último sábado, 25, mais uma edição da Caravana Saúde do Axé, na Casa de Mina Santa Bárbara, da mãe Dulce, no bairro Santa Rita, onde moradores das proximidades puderam ter acesso a atendimentos sociais e de saúde. O objetivo da ação é promover e prevenir a saúde integral da população das comunidades tradicionais de Matriz Africana e Afro-Ameríndia.

Foram registrados 475 atendimentos de saúde, consultas médicas, testes rápidos (glicemia e HIV), verificação da pressão arterial, distribuição de preservativos, atendimento jurídico, emissão de RG e cartão do SUS, distribuição de mudas de plantas, orientação sobre educação no trânsito e prevenções do câncer do colo do útero, além de penteados afros.

Foto: Aline Brito
O funcionário público Carlos Costa aproveitou o evento para verificar a pressão arterial. “É uma ótima iniciativa, pois, às vezes, não temos tempo de ir até um posto de saúde para realizar um simples exame ou uma consulta, e com essas ações temos essa facilidade”.

Segundo o diretor-presidente do Instituto Municipal de Promoção de Igualdade Racial, Maykom Magalhães, essa é uma das formas de atuação da Improir, que é diminuir a distância da comunidade com as casas de religião afro. “Queremos mostrar à comunidade que esses lugares não fazem mal a ninguém e são locais onde ocorrem atos religiosos como toda religião tem seu espaço”.

A próxima edição da Caravana Saúde do Axé está prevista para o mês de junho, no terreiro do pai Salvino, bairro jardim das Oliveiras. 

Aline Brito/Asscom Improir

Jornalismo Ambiental no Amapá é o tema do VI Bastidores de Jornalismo da Estácio Macapá

Reportagem: Everton Gadelha
A Faculdade Estácio Macapá promove na próxima quarta-feira,29, o VI Bastidores de Jornalismo. Com o tema Jornalismo Ambiental no Amapá, o debate contará com a presença do Secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Creão. As inscrições começam as 18h30 no salão de atos da instituição. Debate está marcado para as 19h.

Jornalismo Ambiental é a especialização da profissão jornalística nos fatos relacionados ao meio ambiente, à ecologia, à fauna, à flora e a natureza. A atuação do jornalista ambiental nos dias atuais é fundamental para a produção de informações de qualidade sobre o tema. Notícias que promovam a conscientização à sociedade mundial, brasileira e amazônica.



A coordenadora do evento Elisangêla Andrade, fala como é fundamental leva aos alunos o debate de temas importantes e relevantes ao meio ambiente no estado do Amapá.

"Os bastidores de jornalismo desse ano tem como essência o debate de temas atuais e relevantes com a participação de jornalistas que atuam no mercado de trabalho amapaense. Dessa forma os nossos alunos podem ter contato com esses profissionais e saber qual o posicionamento do mercado em relação ao tema escolhido". disse

O Bastidores de Jornalismo é um evento anual promovido pelo curso de Comunicação Social da Estácio Macapá é nesta edição contará com a presença dos jornalistas Abinoan Santiago (repórter do portal G1), Clay Sam (Jornalista e radialista), Marcio Roney (Jornalista e blogueiro), Almeida Junior (Jornalista e ambientalista), além da presença do Secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Creão. A mediadora do debate será a jornalista e apresentadora do programa café com notícias Ana Girlene.

Grupo poético e musical Poetas Azuis, fará abertura do evento. Foto: ASCOM/LADO B

O grupo poético e musical Poetas Azuis, fará a abertura do evento, com repertorio recheado de produções independes, divulgado a literatura por meio da poesia fala, interpretação corporal e muita música.
Evento: VI Bastidores de Jornalismo  - Tema: Jornalismo Ambiental no Amapá.
Local: Estácio de Macapá
Horário: 19h

segunda-feira, 27 de abril de 2015

No Amapá, Festival do Açai entra para calendário oficial de comemorações

Reportagem: Lado B

No último dia 22 de abril, o projeto de autoria da deputada estadual Mira Rocha (PTB), que visa a inclusão do Festival do Açai no calendário oficial de comemorações do estado do Amapá foi sancionado pelo governador em exercício Papaléo Paes.

Festival do açai incluso no calendário oficial de comemorações do Amapá. Foto: Portal Amazônia

O Festival do Açaí, agora será comemorado em toda última sexta-feira do mês de julho. A lei sancionada visa a valorizar e incentivar a produção e comercialização do açai, pois se trata de um produto típico na mesa dos amapaense. Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só em 2013, o estado do Amapá chegou a produzir aproximadamente 2.036 toneladas do fruto, gerando cerca de R$ 2,5 milhões para a economia do Amapá.

sábado, 25 de abril de 2015

Muito amor, carinho e solidariedade marcaram a manhã de sábado, 25, dos idosos atendidos pelo Abrigo São José em Macapá

Reportagem: Everton Gadelha

Na manhã deste sábado, 25, o Grupo Benevolente realizou uma ação de lazer direcionada aos idosos atendidos no Abrigo São José. A programação contou com atividades de lazer, corte de cabelo, lanche e muita música por conta da vocalista da Banda Babilônia, Taty Taylor. Ao todos mais de 67 idosos foram atendidos.

A ação acontece ao menos uma vez por mês com o objetivo de proporcionar lazer, amor e carinho, além de mostrar que os idosos não estão isolados da sociedade. Para o presidente do Grupo Benevolente, Tom Soares, estar interagindo com os idosos é sempre importante e o retorno é muito gratificante. “recebemos um retorno espiritual, humanitário muito grande ao vermos no olhar de cada um a alegria que aqui estamos proporcionando. Sabemos da limitação de cada idoso, então nós nos adaptamos para que todos possam recebe atenção, carinho e amor”, explica.

Idosos recebem programação de lazer. Foto: Everton Gadelha


Com seus 68 anos, dentro dos quais 11 anos vivendo no abrigo, o Sr. Eveto conta, emocionado, como é importante a realização de ações dentro do abrigo.
“É muito importante isso aqui para nós, precisamos dessa alegria, desse momento de emoção. Isso proporciona um momento de união, de paz de espirito e isso nos faz sentirmos mais vivos. Os dias que não têm esse lazer são dias tristes, isolados, então que venham muitas outras ações para trazer alegria e amor para cada um que aqui viver”. Disse.

Na oportunidade alguns dos idosos aproveitaram para mudar o visual com corte de cabelo oferecido pelo cabeleireiro Elisandro, parceiro do Grupo Benevolentes.
“É um trabalho especial, vir aqui e ver todos esses cidadãos numa alternativa de vida, é gratificante, pois sempre é bom trabalhar em prol das pessoas, sempre que surgir o convite estarei à disposição para  ajudar e contribuir para a felicidade de cada um deles”.

Profissional Elisandro cortou cabelos dos idosos na ação. Foto Everton Gadelha
 A diretora do Abrigo São José, Marlete Góes, reforça a importância de ongs, grupos de estudantes e projetos sociais desenvolverem  ações para os idosos no espaço do abrigo.

“Quando um jovem, um grupo como o Benevolentes, tira um dia, uma manhã para passar aqui com os idosos, é muito importante para o bem estar dos mesmos. Um minuto que você tira para passar com idosos, conversando, isso faz muita diferencia na vida deles, nós percebemos  o brilho nos olhos de cada um, eles sabem que estão sendo bem cuidado, então é muito gratificante’’. Relatou.

Idosos retribuem carinho ofertado pela grupo benevolentes

Taty Taylor, vocalista da Banda Babilônia, agitou com muita música, colocando os idosos para dançar e encerrando a programação.

Governo do Estado do Amapá lidera federais do AP e RR, que esperam sanção de Dilma para migrar ao quadro da União

Após ter sido aprovada no Senado Federal e Câmara dos Deputados, a MP 660 está no Palácio do Planalto. A expectativa dos dois Estados é de que a presidente Dilma Rousseff sancione o projeto sem vetos.

O governador Waldez Góes está em Brasília à frente do movimento que defende a aprovação presidencial da Medida Provisória (MP) 660, que autoriza transposição de servidores públicos dos ex-territórios federais do Amapá e Roraima para o quadro efetivo da União.
Após ter sido aprovada no Senado Federal e Câmara dos Deputados, a MP 660 está no Palácio do Planalto e a expectativa dos dois Estados é de que a presidente da República, Dilma Rousseff, sancione o projeto sem vetos.
Na manhã desta quinta-feira, 23, na Secretaria Extraordinária do Governo do Amapá, na capital federal, Waldez Góes se reuniu com representantes do Fórum Sindical de servidores dos ex-territórios de Amapá e Roraima para discutir sobre os próximos passos da MP 660. Durante a reunião o governador disse que, mesmo otimista, solicitou uma reunião com a presidente Dilma para tratar do assunto.

Governador do Estado do Amapá Waldez Góes. Foto: Everton Gadelha

O chefe do Executivo amapaense reforçou que esta luta conquistou o apoio de grandes líderes. "Temos que ser suprapartidários, não teríamos vitória sem a compreensão e sensibilidade de grandes líderes como o José Sarney e Michel Temer. Agora o momento é de trabalhar a organização técnica e burocrática da transposição".
Os representantes dos servidores agradeceram a iniciativa do governador e as articulações junto aos partidos e à Presidência da República. Eles enfatizaram que apesar de estar na reta final desta luta, continuam apreensivos, mas esperançosos, e que o apoio de Waldez Góes será decisivo.
"Estamos contando com esta reunião com a presidente Dilma, porque muitas informações erradas podem prejudicar nossa luta, e o governador pode contribuir esclarecendo diversos aspectos da MP para que não haja vetos", esclareceu Socorro Modesto, da Associação dos Policiais Militares do ex-território federal do Amapá (Aspometerfa).
Economia
Apenas no Estado do Amapá são 3.484 servidores em atividade, que têm direito ao benefício, além dos 209 inativos.

O Amapá deve economizar, em folha de pagamento, mais de R$ 220 milhões por ano com a transferência de servidores dos ex-territórios para os quadros da União, segundo cálculos do governo do Estado.
Os 3.484 funcionários ativos que devem optar pela transferência não terão, de acordo com a MP 660, prejuízo em suas tabelas salariais e demais benefícios. Além disso, policiais, bombeiros, fiscais e outras categorias tiveram os salários nivelados com servidores de Rondônia e do Distrito Federal após a aprovação de emendas na MP.
"Esse dinheiro poderá ser investido em novos servidores, ou novos projetos do governo em favor da população. Contudo, o foco principal neste momento é que o direito dos servidores seja assegurado", avalia o vice-governador do Estado, Papaléo Paes, que preside a comissão do governo que acompanha a tramitação da MP em Brasília.
A MP 660 foi aprovada na semana passada na Câmara dos Deputados depois de ter o texto original restaurado graças a uma articulação da bancada do Amapá e do próprio governo. A medida regulamentou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 111, aprovada em maio de 2014.
Crédito: Agência Amapá.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Começam nessa sexta-feira, 24 as inscrições para Corrida do Trabalhador 2015

Reportagem: Lado B

As inscrições para a tradicional Corrida do Trabalhador começam nessa sexta-feira, 24, e encerrar na próxima quinta-feira, 30. Os interessados deveram fazer suas inscrições na Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), localizada na área interna do Estádio Zerão, das 08h às 12h. A corrida está marca para dia 1º de Maio.

Podem participar da corrida pessoas com idade superior a 16 anos nas modalidades masculina e feminina. A inscrição e gratuita e cada competidor receberá uma camisa personalizada. A largada está marca para dia 1º de maio, dia do Trabalhador ás 7h, na Praça Floriano Peixoto no centro de Macapá. O percurso total é de 6,3km e serão premiados os três primeiros colocados em cada modalidade com valor em dinheiro e medalhas.

A corrida do trabalhador faz parte da ação montada pelo Governo do Estado através da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendimento (SETE), que preparou uma programação recheada de serviços gratuitos de educação, esporte, lazer, cidadania, saúde, pescaria e outras ações. A noite, as 19h, a programação segue com shows culturais em frente à Casa do Artesão e em Santana na Praça Cívica. 

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Festival do Açai no município de Amapá inicia no próximo dia 30 de abril

Reportagem: Everton Gadelha

Em sua 7ª edição, comunidade de Piquiá no município de Amapá, realizará o tradicional Festival do Açai. O evento inicia no próximo dia 30 de abril e encerrar no dia 02 de maio. Além das tradicionais iguarias feitas com o fruto, o festival contará com exposições e atrações culturais. Esse ano a estimativa é recebe mais de dois mil visitantes. 


Criado em 2009 com a missão de conscientizar a população para preservação do meio ambiente na comunidade de Piquiá, o Festival do Açai foi a alternativa encontrada pelos moradores da comunidade para garantirem o sustento de suas famílias. Antes do manejo do fruto, o sustento vinha da exploração de madeira de lei em uma floresta existe no local, proliferando assim o desmatamento. Com a criação do festival os moradores deixaram de extrair a madeira e passaram a produzir o açaí, hoje o fruto é um dos principais meios de sustento dos moradores dessa região.



Além da liberação de linha de crédito para os produtores de açaí, a Agência de Fomentos do Amapá (Afap), faz a capacitação dos produtores, garantindo assim um manejo de alta qualidade do açaí.
A expectativa esse ano é que seja batido o recorde visitante. No ano passado foram recebidos mais de dois mil visitantes, incluindo grupos de estrangeiros. São esperados público de todo o Estado do Amapá, garantido a movimentação economia do município de Amapá, Pracuuba e Calçoene, além de fomenta o turismo e a cultura da região.

Cacho de açai. Foto: Ambientalistas em rede.
Esse ano a programação contará com feira de artesanato, visitas às plantações de açaí, além da escolha do melhor catador, melhor barraca e a rainha do açaí. Durante toda a programação show culturais farão animação dos presentes. Quem for ao festival poderá saborear mais de 15 tipos de pratos feitos com o fruto entre eles tortas, bolos e geleias.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Dia Internacional da Terra


O Dia da Terra foi criado pelo senador americano Gaylord Nelson. 
Em 22 de abrl de 1970, o político convocou o que foi considerado o primeiro protesto contra a poluição. De acordo com dados divulgados na época, mais de 20 milhões de pessoas participaram do ato em todos os EUA.
Foi adotado internacionalmente em 1990, e então é festejado a cada 22 de abril. 
O Dia da Terra refere-se à tomada de consciência dos recursos naturais da Terra e seu manejo, à educação ambiental e à participação como cidadãos ambientalmente conscientes e responsáveis.




O objetivo principal é conscientizar aos habitantes do planeta Terra a importância e a necessidade da conservação dos recursos naturais do mundo.

Hoje, o Dia da Terra é celebrado em mais de 190 países, com a participação de cerca de 1 bilhão de pessoas.


No Brasil
Não há, no país, organismos que reúnam formalmente as atividades para o Dia da Terra. Entre as ações isoladas para a data destaca-se o lançamento da Carta da Terra, da ONG Carta da Terra Brasil. A entidade elaborou uma carta em que defende o respeito à comunidade da vida; a integridade ecológica; justiça social e econômica; democracia e paz. A íntegra da carta pode ser acessada aqui e pode ser distribuída em ferramentas de redes sociais.

A Carta da Terra Brasil também lança a campanha “Começa com você” que incentiva atitudes de defesa ao meio ambiente.

O NOSSO PLANETA TERRA:
A Terra tem em torno de 4,5 bilhões de anos e existem várias teorias para o “nascimento” do planeta. 
A Terra é o terceiro planeta do Sistema Solar, tendo a Lua como seu único satélite natural. 
A Terra tem 510,3 milhões de km2 de área total, sendo que aproximadamente 97% é composto por água (1,59 bilhões de km3). A quantidade de água salgada é 30 vezes a de água doce, e 50% da água doce do planeta está situada no subsolo.

A atmosfera terrestre vai até cerca de 1.000 km de altura, sendo composta basicamente de nitrogênio, oxigênio, argônio e outros gases.
Há 400 milhões de anos a Pangéia reunia todas as terras num único continente. Com o movimento lento das placas tectônicas (blocos em que a crosta terrestre está dividida), 225 milhões de anos atrás a Pangéia partiu-se no sentido leste-oeste, formando a Laurásia ao norte e Godwana ao sul e somente há 60 milhões de anos a Terra assumiu a conformação e posição atual dos continentes.
O relevo da Terra é influenciado pela ação de vários agentes (vulcanismo), abalos sísmicos, ventos, chuvas, marés, ação do homem) que são responsáveis pela sua formação, desgaste e modelagem. O ponto mais alto da Terra é o Everest no Nepal/ China com aproximadamente 8.848 metros acima do nível do mar. A Terra já passou por pelo menos 3 grandes períodos glaciais e outros pequenos.
A reconstituição da vida na Terra foi conseguida através de fósseis, os mais antigos que conhecemos datam de 3,5 bilhões de anos e constituem em diversos tipos de pequenas células, relativamente simples. As primeiras etapas da evolução da vida ocorreram em uma atmosfera anaeróbia (sem oxigênio).
As teorias da origem da vida na Terra, são muitas, mas algumas evidências não podem ser esquecidas. As moléculas primitivas, encontradas na atmosfera, compõe aproximadamente 98% da matéria encontrada nos organismos de hoje. O gás oxigênio só foi formado depois que os organismos fotossintetizantes começaram suas atividades. As moléculas primitivas se agregam para formar moléculas mais complexas.
A evidência disso é que as mitocôndrias celulares possuam DNA próprio. Cada estrutura era capaz de se satisfazer suas necessidades energéticas, utilizando compostos disponíveis. Com este aumento de complexidade, elas adquiriram capacidade de crescer, de se reproduzir e de passar suas características para as gerações subseqüentes.
A população humana atual da Terra é de aproximadamente 6 bilhões de pessoas e a expectativa de vida é em média de 65 anos.
Para mantermos o equlíbrio do planeta é preciso consciência dessa importância, a começar pelas crianças. Não se pode acabar com os recursos naturais, essenciais para a vida humana, pois não haverá como repô-los. O pensamento deve ser global, mas a ação local, como é tratado na Agenda 21.
Problemática:
A temperatura média da Terra gira em torno de 15º C. Isso ocorre porque existem naturalmente gases, como o dióxido de carbono, o metano e o vapor d´água em nossa atmosfera que formam uma camada que aprisiona parte do calor do Sol. Se não fossem esses gases, a Terra seria um ambiente gelado, com temperatura média de -17º C. Esse fenômeno é chamado de efeito estufa. Não fosse por ele, a vida na Terra não teria tamanha diversidade.
Só que desde a revolução industrial, começamos a usar intensivamente o carbono estocado durante milhões de anos em forma de carvão mineral, petróleo e gás natural, para gerar energia, para as indústrias e para os veículos.
Somente no último século, a temperatura da Terra aumentou em 0,7º C. Parece pouco, mas esse aquecimento já está alterando o clima em todo o planeta. 
O homem é o principal responsável por este problema. E é ele que precisa encontrar soluções urgentes para evitar grandes catástrofes.
Fonte: cmqv.org

domingo, 19 de abril de 2015

Dia Nacional do Livro Infantil é lembrando em Macapá: Mundo Mágico da Literatura Infantil

O Dia Nacional do Livro Infantil foi instituído em 2002, ano em que foi criada a Lei 10.402/02, registrando a data de nascimento de Monteiro Lobato como o dia oficial da literatura infantojuvenil.

O Shopping Macapá comemorou  O Dia Nacional do Livro Infantil com uma linda homenagem. O Mundo Mágico da Literatura Infantil. o Canal Lado B esteve presente e trás os melhores momento, confira o que aconteceu por lá.


sábado, 18 de abril de 2015

Grupo Benevolentes realizará Páscoa Solidária para crianças carentes

Reportagem: Everton Gadelha
Neste domingo, 19, o Grupo Benevolentes estará realizando a Páscoa Solidária com crianças atendidas pela Casa Lar Ciã Katúa. O evento contará com brincadeiras educativas, atividades recreativas, música, distribuição de ovos de chocolate e lanche, além da presença do coelhinho da páscoa.

O Grupo Benevolentes desenvolve ações sociais há mais de 7 meses no estado do Amapá, auxiliando pessoas carentes e necessitadas. De acordo com o presidente do grupo, Tom Soares, o evento visa mostrar que mesmo sendo crianças em vulnerabilidade social, existem pessoas que se importam com elas.

Arte: Everton Gadelha - ASCOM/Lado B
“Será uma tarde de muita diversão, onde estaremos realizando uma confraternização com as crianças, levando amor, cuidado, atenção, carinho, além de brincadeiras lúdicas, é isso que elas precisam”. Comenta Tom.
A Casa Lar Ciã Katúa atende crianças carentes em situação de risco e que foram abandonadas pelos pais, a instituição auxilia no processo de adoção dentro do que rege o estatuo da criança e adolescente (ECA). Ao todo mais de 25 crianças então sob a guarda da casa aguardando um novo lar.

Os interessados em ajudar o grupo Benevolentes podem cooperar com lanches e donativos paras crianças ou podem se dirigir até a Casa Lar Ciã katúa, localizada na Av. Fab, em frente a maternidade ou ainda podem entrar em contato com o grupo Benevolentes pelo telefone (96) 98124-1954 ou por meio da rede social facebook, pela fanpage Benevolentes (Clique).

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Curso “Política e Cidadania: Responsabilidade de Todos” é lançado no Encontro de Direito Eleitoral do TRE-AP


O presidente o do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP). Desembargador Carlos Tork, lançou nesta quinta-feira (16), durante o Encontro de Direito Eleitoral do TRE-AP, no Plenário do órgão, o programa “Política e Cidadania: Responsabilidade de Todos”. A ação, elaborada pela Escola Judiciária Eleitoral do Amapá (EJE), visa preparar os cidadãos que desejam lançar seus nomes na Eleição de 2016.
Nos moldes do Programa Eleitor do Futuro, o “Política e Cidadania: Responsabilidade de Todos” é o primeiro curso para candidatos a cargos eletivos da história do TRE-AP. A capacitação será voltada a pretensos aspirantes aos cargos de vereadores, prefeitos e membros de partidos políticos. Os mini-cursos de prestação de contas, registro de candidaturas, conduta vedada e demais temas relevantes à Eleição de 2016, norteará as ações e dará base jurídica aos candidatos.

TRE-AP lançou na última quinta-feira,16, o curso Políticas e Cidadania. Foto: Everton Gadeha - ASCOM/LADO B
“Com o programa “Política e Cidadania: Responsabilidade de Todos”. Capacitaremos os candidatos para que procedam dentro da legislação e embasá-los para que possam ajudar na construção de uma sociedade mais livre e democrática. Desta forma, toda a sociedade amapaense será beneficiada”, ressaltou o presidente do TRE, Desembargador Carlos Tork.
 O curso será ministrado em todo o Amapá
Após a realização do curso em Macapá, a capacitação no interior percorrerá os municípios de Amapá, Tartarugalzinho, Calçoene, em maio de 2015. Depois a ação seguirá nas cidades de Ferreira Gomes  e Porto Grande, em junho do corrente.
Em agosto, o TRE levará a ação para Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio. O município de Oiapoque receberá o curso em setembro. A Justiça eleitoral dá seguimento à capacitação em outubro, nas cidades de Laranjal do Jari e Vitória do Jari. Os municípios de Mazagão e Santana serão contemplados com o curso em novembro de 2015. O encerramento da capacitação ocorrerá na capital amapaense, em dezembro deste ano.
O Seminário e Parceiros do Encontro de Direito Eleitoral
O seminário debate e esclarece temas relevantes às eleições municipais de 2016. Além disso, serve de interação e troca de experiências entre órgãos e instituições fiscalizadoras. O objetivo é fazer do processo eleitoral o mais limpo e equilibrado possível. O evento é realizado em parceria com o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Ministério Público Estadual (MP/AP), Ministério Público Federal (MPF/AP) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AP). 
O seminário, que terá continuidade nesta sexta-feira (17), contou com aproximadamente 400 pessoas, entre juízes e promotores eleitorais, advogados, membros de partidos políticos, acadêmicos de Direito servidores da Justiça Eleitoral, contadores de agremiações partidárias, parlamentares, representantes de todas as esferas do poder e jornalistas.
Elton Tavares

Assessoria de Comunicação e Marketing do TRE-AP

1º dia do Encontro de Direito Eleitoral em Macapá, realizado pelo TRE-AP

Na última quinta-feira, 16, O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) promoveu o Encontro de Direito Eleitoral, que visou esclarecer temas relevantes às eleições municipais de 2016, o Canal Lado B esteve presente e acompanhou o primeiro dia de debate, acompanhe na reportagem de Aline Brito.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

TRE-AP promove Encontro de Direito Eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) abrirá nesta quinta-feira (16), a partir das 18h, no Plenário do TRE, o Encontro de Direito Eleitoral. O objetivo do evento, que também ocorrerá na sexta-feira (17), no mesmo horário (das 18h às 21h50) é esclarecer temas relevantes às eleições municipais de 2016. O público alvo do encontro serão juízes e  promotores eleitorais, advogados, membros de partidos políticos, acadêmicos de Direito (4ªe 5ª semestres), servidores da Justiça Eleitoral, contadores de agremiações partidárias e jornalistas.

Durante os dois dias do seminário, especialistas do Amapá e de fora do Estado ministrarão palestras sobre assuntos pertinentes ao processo eleitoral. O evento será realizado em parceria com o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Ministério Público Estadual (MP/AP), Ministério Público Federal (MPF/AP) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AP). A participação no Encontro será gratuita. Os interessados poderão se inscrever no site do TRE: http://apps.tre-ap.jus.br/AplicacoesJsp/cursos-palestras/inscricao.jsp



PROGRAMAÇÃO:

16.04.2015 (Quinta-feira)

18h15 – Composição da mesa e palavra de Abertura do Presidente do TRE, Desembargador Carlos Tork. 

18h30 - 20h00 – 1º Painel: Abuso do Poder Econômico (1h30)
Palestrantes:  José Edvaldo Pereira Sales (Promotor de Justiça do Estado do Pará); Elayne Cantuária (Juíza de Direito do TJ/AP) e Hercílio Aquino ( Advogado, Pós-graduado em Direito Público). Presidente da Mesa: Lívia Peres (Juíza Membro do TRE/AP).

Intervalo: 15 minutos

20h20 - 21h50 – 2º Painel: Financiamento e Prestação de Contas (1h30)
Palestrantes:  Francisco Barros (Coordenador do Controle Interno do TRE/AP); Moisés Campos (Analista Judiciário do TRE/AP, Especialista em Auditoria e Controladoria) e Eron Pessoa (Assessor de Contas e Partidárias do TSE). Presidente da Mesa:  Patrícia Aguiar (Advogada, Pós-graduada em Direito Eleitoral).

17.04.2015 (Sexta-feira)

18h30 - 20h – 1º Painel: Condutas Vedadas (1h30)
Palestrantes: Fernando Knoerr (Advogado, Doutor em Direito, Ex-Juiz do TRE/PR); Livia Peres, (Juíza Membro do TRE/AP) e Auriney Brito, (Advogado, Doutorando em Direito Penal pela Universidade de Buenos Aires/Argentina. Presidente da Mesa: Elayne Cantuária (Juíza de Direito do TJ/AP).

Intervalo: 15 minutos

20h20 - 21h50 – 2º Painel: Captação Ilícita de Sufrágio (1h30)
Palestrantes: Henrique Neves (Advogado e Ministro do TSE); José Edvaldo Pereira Sales (Promotor de Justiça do Estado do Pará) e Fábio Lobato (Advogado, Juiz membro do TRE/AP)Presidente de Mesa: Stella Ramos Vice-presidente/Corregedora Eleitoral do Amapá.

Curso a pretensos candidatos é lançado em Encontro de Direito Eleitoral

Durante o seminário, será lançado o curso “Política e Cidadania: Responsabilidade de Todos”. A medida visa preparar e nortear os cidadãos que desejam lançar seus nomes na próxima eleição na prestação de contas, registro de candidatos, conduta vedada, propaganda e demais temas ligados ao pleito. A capacitação foi formulada em cima do moldes do projeto Eleitor do Futuro, que busca formar cidadãos conscientes de seu papel na construção de uma sociedade mais livre e democrática.

Fonte: Elton Tavares
Assessoria de Comunicação e Marketing do TRE-AP

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Fórum visa traçar políticas públicas para os povos indígenas no Amapá

Reportagem: Lado B

A secretaria extraordinária dos povos indígenas (SEPI), realizará O Fórum Indígena do Amapá. A abertura está marcada para o próximo sábado, 18, no Museu Sacaca, às 08h.


Com o tema “Cultura, direito e cidadania”, a secretaria extraordinária dos povos indígenas, realizará no sábado, 18, o Fórum Indígena do Amapá. O objetivo é mostrar o percurso histórico percorrido pelos povos indígenas do Amapá e norte do Pará na luta pela sobrevivência e garantia dos seus direitos. O evento acontece nos dias 18 e 19 de Abril no Museu Sacaca em Macapá e nos dias 24 e 25 de Abril na Aldeia Kumarumã em Oiapoque.
Palestras, debates sobre políticas públicas voltadas para os povos indígenas, ações culturais, sociais, exposições e vendas de artesanatos fazem parte da programação.
Foto: Agência Amapá / SEPI
O fórum ainda busca levar à sociedade informações sobre o modo de vida, costumes, crenças e tradições dos índios, bem como suas conquistas políticas adquiridas pelo modo peculiar de luta na busca pelos seus direitos.
O Amapá é o primeiro estado a reconhecer os direitos dos povos indígenas. Além disso, o estado criou a secretaria extraordinária dos povos indígenas- SEPI, com a tarefa de formular e coordenar as políticas de interesse dos povos indígenas no Estado em consonância com as diretrizes dos órgãos federais, valorizando e respeitando a diversidade sociocultural e fortalecendo suas formas de organização tradicional. 

terça-feira, 14 de abril de 2015

Inscrições abertas para Programa Parlamento Jovem Brasileiro 2015.

Reportagem: Lado B

Já estão abertas as inscrições para Programa Parlamento Jovem Brasileiro 2015. Em sua 12ª edição, o programa ocorrerá nos dias 21 à 25 de setembro. Na Oportunidade, estudantes entre 16 a 22 anos, conheceram como funciona jornada de trabalho dos parlamentares federais.

O evento é realizando anualmente, com objetivo de possibilitar os alunos participantes a vivencia o processo democrático, convivendo durante 05 dias com os parlamentares na câmara dos deputados, atuando como deputados jovens. As inscrições vão de  01 de Abril até 12 de Junho de 2015. O Amapá, terá apenas um representante, devido ao proporcional ao tamanho da bancada federal do Estado. Para participar, os interessados deverão escrever um Projeto de Lei, pautado na realidade do país, com uma proposta de solução e estarem devidamente matriculados no 2º ou 3º ano do ensino médio em escolas públicas ou privadas. Podem participar também alunos do 2º, 3º e 4º anos do ensino médio integrado.

Foto: portalrj
Toda documentação deverá ser entregue (projeto de lei de sua autoria, ficha de inscrição completamente preenchida e demais documentos) diretamente à coordenadora estadual do PJB, Eurenice Fontoura, na Secretaria de Educação da Educação (Seed) localizada à Avenida FAB, 0096 – Centro, Macapá – AP, e ainda por e-mail, (amapá.pjb2015@gmail.com). O projeto de lei e a ficha de inscrição deverão estar em arquivo do Word e os demais documentos deverão ser digitalizados.
Maiores informações você encontra no site www.camara.leg.br/pjb